Filmes

Review #8 – Ligada Justiça Sombria (Justice League Dark)

MEOS ZAMYGOS esse é sem dúvida um 9/10! Necessário para qualquer fã de quadrinhos/animações. Indo direto ao ponto é um ótimo filme, bem acima da média dos filmes “padrão” do universo de quadrinhos. A história é muito bem contada, prende do início ao fim; assisti ele 2x e pretendo assistir de novo sempre que puder por que realmente é uma obra muito boa!

Poderia ter sido melhor? Poderia. Mas o que aconteceu de errado no filme? Bom, pra responder essa pergunta eu terei de falar sobre alguns detalhes técnicos menores, que talvez não interessem para a maioria das pessoas que só querem curtir um bom filme de desenho de super-herói. Antes disso eu vou explicar o conceito da história e ajudar vocês a entender primeiro por que ele é bom, depois eu explico os errinhos.

Então vamos lá. Liga da Justiça Sombria se inicia já do jeito que eu gosto sendo dark mesmo, bem das trevas do satanás. Acontece que do nada as pessoas começam a ter umas alucinações e enxergam os outros em volta como demônios horríveis; e por causa disso começam a se matar. E é negócio pesado mesmo, tem pai matando família e vizinhança inteira, mãe tacando o próprio filho do prédio e depois pulando também. Negócio das trevas do pazuzu mermo (diliça!).

E a bastante tempo eu esperava por um filme que trouxesse um tema mais obscuro; acho que isso saciou a minha sede de sangue heuheuheuhe (brincadeira). Acontece que agora a liga tem um inimigo muito difícil de combater, alguma força sobrenatural está corrompendo a mente de pessoas comuns e causando essas alucinações bizarras, fazendo elas cometerem as mais terríveis atrocidades. Como combater isso?

Aí tem que vir o p1r0c|_|d0_BR do Batman pra resolver a parada. E ele começa falando com Zatanna pra tentar achar John Constantine, depois que o Desafiador escreve “Constantine” no espelho do banheiro e nas paredes do quarto dele. O começo do filme já é de arrepiar! Já deixa empolgado, por que você percebe que vem merda por aí e merda da GROSSA.

Daí em diante eu não vou spoilar mais nada, só digo uma coisa pra vocês, as lutas são épicas! FODA AO EXTREMO! O filme envolve muitos personagens que são magos, criaturas mágicas ou pessoas mexem com magia de alguma forma; então tem magia pra todo lado! E é muito raro de se ver uma luta de magos de verdade. Faltava isso, sabe?! E dessa vez tivemos. Parabéns Warner, parabéns DC; ficou simplesmente DO CARALHO ESCALENO FORNICANTE 2000!!

Os personagens estão MUITO bem representados, tanto na personalidade quanto no visual, nos poderes, nas falas… tudo nesse quesito tá de acordo com a cartilha e tá muito bem feito. Um destaque especial para a dublagem desse filme que ficou show de bola. As vozes combinam com os personagens e a atuação dos dubladores realmente passa a emoção necessária. Também é bem raro de ver esse tipo de casamento perfeito entre a expressão facial dos personagens na animação e a maneira como eles falam.

Agora vamos ao que não me deixou dar nota 10/10 pra esse filme. Como sempre, o roteiro. Não é novidade nenhuma pra vocês que eu sempre pego no pé do roteiro, por que pra mim, é a parte que mais interessa, é o coração da coisa toda.

Tem 2 coisas que me deixaram meio, meh, com o filme. Primeiro, eles apresentam o Batman liderando uma investigação junto com Zatanna, John Constantine, Jason Blood (Etrigan tá no combo) e Desafiador pra descobrir que caralhos é que tá causando esse rebu aí no mundo. Blz, mas no meio disso tudo você acaba numa situação onde todo mundo tem poderes mega absurdos, menos o Batman; aí os caras forçaram o Batman a se enfiar em luta de mulão com poder vuando pra tudo que é lado. Vou ajudar vocês a entender como isso é ridículo mostrando uma ocasião recente onde isso também aconteceu. Vejam.

O Batman é foda? Sem dúvida! Mas você viu ele fazer alguma coisa aí? Pois é, é isso que acontece em Justice League Dark. Escroto. Pra. Caralho.

E outra coisa que me deixou meio bolado com o filme é a reviravolta do terceiro ato e o desfecho. Eles passaram o filme todo utilizando vários recursos de roteiro fodas, pra chegar no final e usar um CLICHÊZÃO MANJADO que você fica tipo: “Ah, mano que pena. Pqp! Podiam ter pensado numa parada mais original!”. Tipo o filme é sobre coisas sobrenaturais e demoníacas e ódio e coisas satânicas do CRAMUNHÃO; USA ISSO PORRA! Não fica com medinho não! Toca o rebu com gosto! Tira a tampa mermo caraio! Não precisa fazer final mais ou menos só por medo de perder a mão no roteiro saca?!

Pelo menos a cena do fim é bonitinha; aí dá uma aliviada. Pra quem quiser assistir, pode acessar esse link e ser feliz.

E é isso meus jovens, chegamos ao final de mais um review! Se vc gostou deixa eu saber. Deixa um comentário aí ou então manda msg pra mim. Aceito sugestões para novas análises também.

Se cuidem.

Titio ama vocês!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s